Assaltante morto no Morro do Baú estava em saída temporária da cadeia

Já diz o velho ditado popular: errar é humano, persistir no erro é burrice. Foi o caso de Ederson Zandonai, de 31 anos, que morreu na tarde da terça-feira (22) ao trocar tiros com agentes da Polícia Civil. Ele havia roubado um banco com outros três colegas por volta das 14h.

O sujeito estava foragido da penitenciária de Joinville desde o dia 14 de março, quando recebeu um induto de Páscoa. Aproveitou as férias da prisão para cometer um crime. Mas depois de assaltar a agência bancária Sicoob Blucredi, bairro Belchior, Gaspar, tinha no encalço 25 policiais.

Até o helicóptero Águia da Polícia Militar de Joinville foi usado na perseguição. Homens da Polícia Civil e Militar de Blumenau, Gaspar e Ilhota se embrenharam na mata em busca dos quatro marginais que fugiram em uma VW Saveiro e um Ford Ka vermelho em direção ao Morro do Baú.

Dois deles conseguiram fugir e outro de 38 anos foi preso. Uma pistola 45 milímetros e outra de 09 milímetros foram apreendidas, assim como um colete balístico, um rádio comunicador e um celular. Os veículos também foram recuperados.

Com informações do Jornal Metas.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome