Aprovado uso emergencial das vacinas pesquisadas pelo Butantan e Fiocruz

Embalagem da CoronaVac - foto de REUTERS/Thomas Peter
Embalagem da CoronaVac – foto de REUTERS/Thomas Peter

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária – Anvisa, aprovou por maioria neste domingo (17) o uso emergencial das vacinas contra a Covid-19 pesquisadas pelo Instituto Butantan, em São Paulo, e pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro.

As vacinas Coronavac – da chinesa Sinovac pesquisada em parceria pelo Butantan, e a Covishield – desenvolvida pela AstraZeneca, Universidade de Oxford e Fiocruz; são as com vacinas contra a doença em estágio mais avançado no Brasil.

O governo do Estado de São Paulo afirmou que 6 milhões de doses da Coronavac já estão prontas para aplicação. Apesar do Ministério da Saúde ter requisitado todas as doses, a vacinação deve ser iniciada em São Paulo durante a semana.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome