Apenas uma empresa quer operar o transporte coletivo

Apenas uma empresa quer operar o transporte coletivo

A empresa Piracicabana foi a única que apresentou uma proposta de preço para operar o transporte coletivo de Blumenau pelos próximos 20 anos. A abertura do envelope com a proposta foi aberto ontem (30).

Apesar de nos bastidores existirem interessados, a empresa Piracicabana, que já opera o transporte coletivo, foi a única que de fato esteve representada no processo. A tarifa solicitada foi o teto que previa o edital, R$ 3,90.

A última licitação, em 2007, também teve apenas uma empresa interessada, o Consórcio Siga. As três empresas que faziam parte do grupo, Glória, Rodovel e Verde Vale, perderam a capacidade financeira de operar ao longo dos anos de concessão até deixar de pagar os salários entre o final 2014 e início 2015.

O próximo passo será avaliar se a proposta apresentada pela empresa atende às especificações do edital. A Comissão Permanente de Licitações da Prefeitura fará a análise e irá marcar uma reunião para a divulgação do resultado da avaliação da proposta comercial.

Segundo o coordenador da Comissão Especial de Estudos e Projetos de Transporte Coletivo (CEEPTC) e diretor jurídico do Seterb, Caio Marcelo Silveira, a expectativa da administração municipal é concluir todo o processo de escolha do futuro concessionário em até 30 dias. A nova operação iniciará em até 90 dias da assinatura do contrato. O novo contrato de concessão será de 20 anos.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome