Anderson Silva cai no exame antidoping

Luta UFC 183 (Foto:Steve Marcus / AFP)
Anderson Silva superou Nick Diaz nos pontos em seu retorno ao UFC, após um ano se recuperando de lesão (Steve Marcus / AFP)

Com um retorno badalado e festejado pela torcida brasileira, o lutador Anderson Silva foi flagrado no exame antidoping em teste realizado no dia 9 de janeiro. Segundo o exame, Spider, como é conhecido, teria feito uso de drostanolona e androsterona (anabolizantes), substâncias ilegais.

O adversário de Spider, Nick Diaz, também foi flagrado no antidoping pelo uso de maconha. A notícia caiu como uma bomba no UFC, deixando muitos fãs preocupados sobre o futuro de Anderson, uma vez que a luta realizada no UFC 138 pode ser suspensa.

O UFC ainda não se pronunciou se Spider receberá alguma punição, mas especulações já dão como certa a substituição de Silva da participação do TUF Brasil 4 no cargo de técnico. O atleta ainda possui o direito de pedir a contraprova.

Confira a íntegra do comunicado oficial do UFC:

Hoje, dia 3 de fevereiro de 2015, o UFC foi notificado pela Comissão Atlética do Estado de Nevada (NSAC) que Anderson Silva testou positivo para metabólitos de drostanolona em seu exame antidoping do dia 9 de janeiro, portanto fora do período de competição.

O UFC assume que novos testes serão realizados pela NSC para confirmar os resultados dos exames preliminares. Anderson Silva tem sido um campeão incrível e um verdadeiro embaixador do MMA e do UFC no Brasil e no mundo.

O UFC está desapontado pelos resultados dos exames preliminares. O UFC tem uma política estrita e consistente contra o uso de substâncias proibidas e/ou drogas para aumento de performance, estimulantes ou agentes mascaradores por seus atletas.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome