quinta-feira, 30 de maio de 2024
11.6 C
Blumenau

Acusado de matar policial por atropelamento vai a júri popular

O motorista que matou o policial rodoviário Alexandre Maciel por atropelamento no dia 24 de abril de 2022 vai ao Tribunal do Júri, segundo decisão da comarca de Guaramirim referendada pela 2º Câmara Criminal do Tribunal de Justiça.

O crime aconteceu em 24 de abril de 2022, na SC-108 em Massaranduba, quando o homem acelerou para fugir dos agentes. O cabo Maciel atendia a um acidente de trânsito e tentou parar o carro em fuga, sendo atropelado.

O policial sofreu diversas fraturas e lesões corporais que resultaram em sua morte, causada por politraumatismos e choque hemorrágico. Após o atropelamento, o homem colidiu o carro em outros cinco veículos e seguiu fuga a pé.

O motorista foi preso em maio de 2022 após buscas realizadas por diversos órgãos de segurança. Ele foi preso no quarto de um apartamento sem resistência. No local também foram localizadas porções de cocaína e ecstasy.

Tribunal do Júri

A 2º Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Santa Catarina manteve sentença de pronúncia prolatada na comarca de Guaramirim que apontou a competência do Tribunal do Júri para apreciar e julgar o acusado de provocar a morte do policial militar.

Ele já era foragido do sistema prisional e responderá por homicídio doloso, por meio cruel e sem possibilidade de defesa da vítima, acrescido do delito de evasão do local do crime, previsto no artigo 305 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Redação
Redação
Acompanhe nosso trabalho diariamente.
+ notícias

Últimas notícias

- publicidade -

Mais lidas