A vida difícil dos catarinenses na Série A

O ano começou difícil para os catarinenses na primeira divisão do campeonato Brasileiro. Tanto o Criciúma, Chapecoense e Figueirense estão apanhando feio neste início do campeonato e juntos somaram apenas quatro pontos. Apenas o Criciúma teve uma vitória, e foi contra o Figueirense por 1 a 0. Já a Chapecoense empatou em um jogo sem gols contra o Curitiba.

Chapecoense 

O clima no Furacão do Oeste é de esperança, prova disso é que o atacante Alemão afirmou à Rádio Super Condá “Pois é, temos que reverter essa situação, aqui só tem trabalhador, vamos fazer de tudo para fazer esses gols. Falta a gente ter mais calma. Não podemos abaixar a cabeça, e é isso que o Gilmar passa para a gente”. No jogo contra o Grêmio apesar da derrota o time foi aplaudido por parte da torcida, e até elogiado pela garra apresentada no jogo.

A equipe ainda pode ser reforçada pelo atacante Bruno Rangel. Segundo fontes seguras, o acerto só depende da resposta positiva do jogador. Esse seria um reforço importante para a recuperação do time.

Criciúma

Após sofrer uma enorme goleada de 6 a 0 para o Botafogo, o clima em Criciúma ficou pesado. O treinador, Wagner Lopes, teve que sair em defesa do goleiro Galatto “É um ótimo profissional, se dedica, dias infelizes todo mundo tem. E hoje todo mundo foi infeliz, nada deu certo”. O Clube completa hoje 67 anos, mas esta em má fase e precisa se recuperar. Informações de bastidores apontam dois reforços chegando, mas por enquanto não se tem ideia de quem são.

Figueirense 

O Figueira é o time que se encontra na pior situação dos três times catarinenses na elite. Com nem um gol marcado até aqui, o figueira amarga a lanterna do campeonato e precisa urgentemente de reforços. O superintendente da equipe, Rodrigo Pastana, disse em entrevista ao Diário Catarinense: “A prioridade é trazer reforços para o time. Esta semana vamos fazer uma reunião com o treinador para definir nomes. Não dá para esperar a parada para a Copa para contratar”.

Clássico entre Criciúma e Figueirense (DEZA BERGMAN/Gazeta Press)
Clássico entre Criciúma e Figueirense (DEZA BERGMAN/Gazeta Press)

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome