A Força Expedicionária Brasileira e seu comandante

Em 15 de setembro de 1944, a Força Expedicionária Brasileira (FEB), sob o comando do Marechal João Batista Mascarenhas de Moraes, parte para a guerra na Itália. Ítalos e teutos-brasileiros residentes em Rio dos Cedros, Pomerode e Timbó (SC) no Vale do Itajaí, atendendo a convocação do Exército Brasileiro a fim de defender a Pátria no combate ao regime nazi-fascista, embarcaram para a guerra no dia 22 de setembro de 1944, no Porto do Rio de Janeiro, no navio de transporte de tropas americano USS M.C. Meigs AP-116, lotado no 3° Escalão, composto por 5.239 homens. O percurso embarcado demorou 15 dias para chegar ao destino: o porto de Nápoles, no sul da Itália.

A Força Expedicionária Brasileira (FEB) foi formada por 25.267 homens e 67 mulheres (enfermeiras), dos quais 15.069 formaram a tropa de combate. Sob comando do general Mascarenhas de Morais, a FEB se incorporou ao 4o Corpo do Exército Americano, que por sua vez integrava o 15o grupo de Exércitos Aliados.

O município de Blumenau rende homenagem ao Marechal Mascarenhas de Moraes.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome