Scanner 3D é utilizado na recuperação de casa enxaimel em Blumenau

O imóvel no distrito da Vila Itoupava abrigou o tradicional Salão Kunze
O imóvel no distrito da Vila Itoupava abrigou o tradicional Salão Kunze

Teve início no dia 6 de abril a restauração da segunda maior casa enxaimel de Blumenau, imóvel que abrigava o tradicional Salão Kunz no distrito da Vila Itoupava. Um scanner 3D está sendo utilizado para documentação e pesquisas.

Publicidade

O imóvel de quase 90 anos estava em estado de abandono há 25 anos, mas agora deve passar uma restauração minuciosa. A estrutura deve ser desmontada e montada nas proximidades do Centro Cultural da Vila Itoupava.

A engenheira Camila Kleis Rodacki, da empresa WRodacki, comentou que o uso do scanner 3D foi uma experiência incrível. “A casa enxaimel sofreu grandes alterações devido a um incêndio, parte da estrutura tinha desabado e havia muitos escombros no local. Mas ainda foi possível identificar objetos, livros e até tecidos misturados com a madeira danificada, evidenciando os vestígios históricos do ambiente”.

A captação da casa enxaimel durou cerca de duas horas e meia, já o processamento dos dados, feito em escritório, durou mais quatro horas. Segundo ela, em apenas um dia foi possível obter uma análise detalhada da estrutura

“Em menos de um dia de trabalho pode-se obter uma nuvem de pontos completa e detalhada da estrutura”.  Segundo a empresa, o scanner a laser 3D permite realizar medições de estruturas de forma rápida, simples e precisa. Ele entrega um modelo digital 3D que possibilita inúmeras aplicações.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome