Bolsonaro pretende acabar com lombadas eletrônicas

Em uma transmissão ao vivo nesta quinta-feira (8) no Facebook, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende acabar com lombadas eletrônicas em rodovias federais. Segundo ele, os contratos que perderem a validade não serão renovados.

Para Bolsonaro, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) estava agindo por interesse de políticos antes do início de seu mandato e que o uso de lombadas está ligada à arrecadação, e não à redução de acidentes.

“Há uma quantidade enorme de lombadas eletrônicas no Brasil. É quase impossível você viajar sem levar uma multa. E sabe, ou desconfia, que, no fundo, o objetivo não é diminuir acidentes”, afirmou o presidente.

Não está claro se o presidente se referiu aos famosos “pardais”, que apenas fiscaliza e multa sem o mostrador de velocidade, ou as lombadas eletrônicas, normalmente utilizada em cidades e outros pontos com grande circulação de pessoa.

“Decisão nossa: não teremos mais nenhuma nova lombada eletrônica no Brasil. As que existem, quando forem perdendo a validade, não serão renovadas. […] Vale lembrar que o DNIT estava, até pouco tempo, na mão de partidos. Isso acabou e esse departamento está, agora, voltado para trabalhar em benefício dos condutores”.

Assista a transmissão:

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here