Defesa pede revogação de prisão de envolvido com as mortes na BR-470

A defesa do motorista Evanio Wylyan Prestini, preso por duas mortes após colisão na BR-470, pediu a revogação da prisão preventiva decreta pela juíza Claudia Inês Maestri Meyer no último domingo (27) durante audiência de custódia.

O advogado Cláudio Gastão da Rosa Filho argumentou que “a indignação popular não serve como motivação para validar decreto de prisão preventiva”. O defensor também solicitou a transferência do réu para um presídio de Jaraguá do Sul.

Para justificar a transferência, Gastão da Rosa alega que a família não pode ir a Blumenau por ter recebido ameaças por telefonemas e outros meios, além de que haveria um parente de uma das vítimas na mesma unidade prisional.

Evanio Wylyan Prestini
Evanio Wylyan Prestini

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here