Camaro apreendido vira nova viatura policial em Balneário Camboriú

Um Chevrolet Camaro acabou se tornando uma viatura da Polícia Militar em Balneário Camboriú, no litoral catarinense. As fotos do carro esportivo com símbolos da corporação, divulgados nesta sexta-feira (30) estão fazendo sucesso na internet.

O veículo tinha a cor amarela quando foi apreendido com uma quadrilha em 2013. A Polícia Militar requisitou o uso do Camaro à Justiça, que autorizou. Ele será usado em eventos e operações, mas não no uso diário.

PM transforma Camaro apreendido em viatura policial
PM transforma Camaro apreendido em viatura policial

História do Camaro da PM

A história começou quando em fevereiro de 2013 os policiais estavam em ronda em Camboriú quando suspeitaram de um veículo Hyundai Sonata. Ao verificar, viram que foi apresentado um número do chassi diferente do automóvel. O chassi da placa verdadeira era de um veículo roubado em Porto Alegre.

Um morador que presenciou a ação disse que o dono do carro havia pego uma carona até um outro bairro. Ele passou mais informações e a descrição do homem. Quando localizado, alegou que havia emprestado o carro de um amigo.

Em uma batida ao apartamento do “amigo” foram localizadas cédulas de identidade falsas, drogas, remédios, equipamentos eletrônicos, extratos de movimentação bancária de outras pessoas, celulares e cerca de R$ 1 milhão em cédulas. Os dois homens foram presos em flagrante e o material apreendido.

Um casal que chegava no local também foi preso e um veículo roubado em sua pose foi recuperado. Outro integrante da quadrilha também foi preso em flagrante e em sua casa foi apreendida uma porção de maconha e um notebook. Os três carros, inclusive o Camaro em posse da quadrilha, foram recolhidos.

Pedido de uso

O Camaro havia sido emplacado no Paraná, porém, tinha placas e lacre de Santa Catarina e indícios de adulteração. Após o pedido de uso, o veículo ficou apreendido no pátio da Polícia Militar em Balneário Camboriú.

A Justiça autorizou em fevereiro deste ano que o carro ficasse com a polícia. Foi preciso aguardar o inquérito policial e todo o processo e condenação dos réus. Além da plotagem, recebeu rádio e giroflex para integrar a frota.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome