Temer sanciona salário de R$ 39 mil para ministros do STF

O presidente Michel Temer sancionou nesta segunda-feira (26) o reajuste dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) e da procuradora-geral da República. A proposta, aprovada pelo Senado, elevou o salário para R$ 39 mil.

O aumento foi condicionado à revogação do auxílio-moradia a juízes de todo o país, que era concedido aos magistrados. Já o reajuste criará um efeito cascata sobre o funcionarismo público e pode custar até R$ 6 bilhões.

Devido ao impacto do reajuste, o Palácio do Planalto previa que a sanção integral das leis só seria garantida se houvesse o fim do auxílio-moradia. Por conta disso, o ministro Luiz Fux revogou liminares que havia concedido pelo benefício.

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome