10 deputados catarinenses votaram pelo calote na dívida e estouro do teto de gastos

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou na madrugada desta quinta-feira (4), em primeiro turno, por 312 votos a favor e 144 contra, uma proposta que autoriza o governo a não pagar as dívidas confessas e a furar o teto de gastos.

A redação aprovada permite um estouro no teto de gastos de R$ 40 bilhões em 2022. Junto com o calote na dívida, as propostas devem abrir um espaço de R$ 96 bilhões para gastos extas no ano eleitoral.

Para concluir a votação da matéria, os deputados precisam analisar e votar os destaques apresentados pelos partidos, que podem ainda mudar trechos da proposta. A sessão deve ocorrer hoje.

Configura como votaram os deputados catarinenses:

Angela Amin (PP) – Sim
Carlos Chiodini (MDB) – Não
Carmen Zanotto (Cidadania) – Não
Caroline de Toni (PSL) – Não
Celso Maldaner (MDB) – Não
Coronel Armando (PSL) – Sim
Daniel Freitas (PSL) – Sim
Darci de Matos (PSD) – Sim
Fabio Schiochet (PSL) – Sim
Geovania de Sá (PSDB) – Sim
Gilson Marques (Novo) – Não
Hélio Costa (Republicanos) – Sim
Pedro Uczai (PT) – Não
Ricardo Guidi (PSD) – Sim
Rodrigo Coelho (PSB) – Sim
Rogério Peninha Mendonça (MDB) – Sim

Deixe um comentário

Por favor digite seu comentário
Por favor digite seu nome