11 de Setembro

A série de ataques suicidas contra os Estados Unidos, coordenados pelo fundamentalismo islâmico (al Qaeda)  em 11 de setembro de 2001 deixou 2.977 vítimas fatais e 6.291 feridos. O fato é que ataques jihadistas espalharam-se no mundo livre.

Na imagem homem observa as vítimas no Memorial 11 de Setembro (National September 11 Memorial & Museum at the World Trade Center ).

Em março de 2004  na Espanha  explosões de bombas em trens no subúrbio de Madri, deixaram 191 mortos. A escalada jihadista chegou a França. Desde janeiro de 2015, uma onda de atentados, a maioria reivindicados pelo EI, deixou ao todo 239 mortos no país.

12 de setembro de 2001 – palestinos comemoraram nas ruas os ataques terroristas contra os Estados Unidos, gritando “Deus é Grande”.

Explosões de bombas e atropelamentos, reivindicados pelo Estado Islâmico, mataram centenas de pessoas. Espanha, França, Alemanha, Reino Unido e Suécia sofreram ataques terroristas contra pedestres desde julho de 2016.

VÍTIMAS CIVIS – Atentado suicida em Manchester / Inglaterra deixa 22 mortos em 22 de maio de 2016.

Na Bélgica o atentado provocou 34 mortos. O atentado em Berlim, 12 mortos e na Grã-Bretanha, atropelamentos e explosões ceifaram a vida de 35 inocentes. Entre as vítimas, muitas crianças.

O terrorismo jihadista amplia suas ações contra o mundo livre. O alvo: civis.

O autor é historiador

1 COMENTÁRIO

  1. Parabéns!
    Belo texto explicativo e informativo…
    Não podemos deixar de lembrar as atrocidades… A Sharia no Brasil, está pegando pesado para ser implantada…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here