Mulheres à luta! (e os homens também! Por elas e com elas)

Simone Beauvoir, no clássico o segundo sexo, relatou que qualquer escrito sobre as mulheres feito pelos homens seria um olhar equivocado da pespectiva masculina sob o feminino. Ela está certa, não tenho como discordar de Simone, aliás: quem sou eu para discordar de Simone Beauvoir?

Porém, quando nos referimos a luta por direitos iguais, nós homens possuímos papel fundamental. É necessário lutemos junto com as mullheres e pelas mulheres para uma sociedade mais justa e igualitária.

A luta do feminismo salva vidas e não pode ser vista como utópica ou irreal.

De acordo com o IPEA, Entre 2009 e 2011, o Brasil registrou 16,9 mil feminicídios (mortes de mulheres por serem mulheres). Esse número indica uma taxa de 5,8 casos para cada grupo de 100 mil mulheres. Outra pesquisa pelo Data Senado mostra que 77% das mulheres que relatam viver em situação de violência sofrem agressões semanal ou diariamente. De acordo com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública entre 136 mil e 476 mil casos de estupros contra a mulher, ou seja, uma mulher é estuprada a cada 11 minutos no Brasil, ou seja, só em 2014, o Brasil teve pelo menos 47 mil estupros.

Com todos estes dados nada comemorativos precisamos saber que o feminismo pode ser definido como a luta contra a violência, a luta por direitos iguais e a resistência contra a opressão. É importante homens e mulheres se juntarem a luta. Pois sabe-se que o feminismo liberta também o homem das consequencencias do machismo conservador.

Tal qual como redige Cortella, o contrário do machismo não é o feminismo, é a inteligência.

No dia internacioal da mulher não há o que comemorar, é preciso lutar. Homens e mulheres, Lutar por direitos iguais e lutar pela igualdade na diferença.
Dados:

http://www.senado.gov.br/senado/datasenado/pdf/datasenado/DataSenado-Pesquisa-Violencia_Domestica_contra_a_Mulher_2013.pdf

http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/130925_sum_estudo_feminicidio_leilagarcia.pdf

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here